Contador de visitas

Artes que andei fazendo

Olá visitante,seja bem vindo!


Esse blog teve origem na minha imensa paixão por viagens e todo artesanato que vejo no caminho.


O objetivo deste blog é incentivar pra quem curte, roteiros de viagens às quais já fiz. Mostrar os trabalhos manuais que faço e falar na medida do possivel, sobre dicas de cultura e lazer.


Na condição de bom mineiro, quero expressar o que Minas Gerais tem de bom , afinal mineiro não vive só de pão de queijo e cafezinho, mas que é bom isso é.


Abraço a todos!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

VALE VERDE ALAMBIQUE E PARQUE ECOLÓGICO

Localizado em Betim/ MG, o Vale Verde Parque Ecológico abriga o cenário perfeito para formação educacional, social e ambiental. Distante apenas a 42 km de Belo Horizonte, o local é uma reserva natural que mistura beleza, cultura e lazer.
Projetado para preservar a fauna e flora, a história do local nasceu de uma paixão; de fazenda de gado leiteiro a parque ecológico e alambique de uma das mais famosas cachaças do Brasil.
Em meados dos anos 80, o dono da fazenda Vale Verde, apaixonado por aquelas terras e por tudo que dali brotava, iniciou a produção das cachaças Minha Deusa pura e Vale Verde envelhecida. Com o passar do tempo, a produção artesanal tornou-se empreendimento de sucesso e de escala. Daquele momento em diante, o nome da fazenda mineira ganhou o Brasil e o mundo nas garrafas do seu destilado.

Este lugar deu vazão às paixões de seu idealizador que, à fazenda, integrou o cultivo de orquídeas e a criação de aves silvestres.

Muita gente foi conhecer e, com o aumento do número de interessados em desfrutar das atrações do lugar, surgiu a idéia de inaugurar o alambique e parque ecológico – lugar de natureza, lazer e aventura, para todo tipo de gosto, para toda e qualquer idade.


ALGUMAS ATRAÇÕES DO LOCAL


Passeio de charrete,


viveiro encantado de lóris,


trilha ecológica,


pedalinho e tirolesa.

#  Destaco a exposição de pássaros raros, como a Harpia (o maior rapinante das Américas) e de orquídeas (são 20 mil exemplares em todo Parque).

# Para os adultos, são oferecidas visitas ao processo de produção da cachaça Vale Verde. Também há a visita ao museu que conta a história da bebida e degustações “cuidado pra não voltar atordoado pra casa”.

# Outro destaque é a maternidade de aves onde os visitantes poderão conhecer o processo de reprodução e crescimento dos animais, com segurança e sem colocar em risco a vida e saúde dos filhotes.

O Parque recebe ainda, grupos escolares onde são desenvolvidos roteiros pedagógicos personalizados. Possui, também, um belo restaurante com cardápio de cozinha mineira. Minha sugestão de sobremesa é a banana Split flambada na cachaça;


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:


• Segunda à domingo das 9h às 17h30 (inclusive feriados)


• Atrativos de Lazer e Aventura: somente sábados, domingos e feriados.



TARIFÁRIO:

• Adultos:


R$ 15,00 (Sábados, Domingos e Feriados)


e R$ 10,00 (Segunda à Sexta)


• Crianças: (para crianças com até 1,35m)


R$ 7,50 (Sábados, Domingos e Feriados)


e R$ 5,00 (Segunda à Sexta)


Para mais informações, entre em contato com o nosso atendimento pelo e-mail atendimento@valeverde.com.br ou através do telefone (31) 3079-9108.






COMO CHEGAR:





VALE VERDE ALAMBIQUE E PARQUE ECOLÓGICO


ROD. MG 50, KM 39 - BAIRRO VIANÓPOLIS - BETIM/MG - BRASIL - TEL: +55 31 3079 9108 VALE VERDE NA REDE

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

CARAÇA, MEU LOCAL PREDILETO PRA ALIVIAR TENSÕES

Ir para o Parque Natural do Caraça é uma verdadeira terapia. Cercado pela Serra do Caraça, o Parque oferece diversas atrações ligadas à natureza, como caminhadas e banhos em piscinas naturais. À noite, é comum encontrar com o lobo-guará, que está parcialmente domesticado pelos padres do santuário. Dizem que a Serra lembra o rosto de um gigante deitado, daí a origem do nome Caraça (grande cara). Para entrar no Parque é preciso pagar uma taxa conforme o tipo de veiculo (bicicleta, moto, carro ou ônibus).

Cidades próximas que oferecem apoio de hospedagem parvisitação na Serra do Caraça, entre elas: Barão de Cocais, Santa Bárbara além de hospedagem no próprio santuário.

ATRAÇÕES

Pico do Inficionado
Essa caminhada exige um pouco de condicionamento físico, pois são 9,5 km de caminhada entre pedregulhos e subidas fortes. O cume fica a 2.032 m de altitude e oferece uma linda vista da região.

Pico do Sol

Essa trilha também exige bom preparo físico. São 10 km só de ida até o ponto mais alto do Pico do Sol. A altitude alcança 2.068 m. Do alto pode se ver boa parte da Serra do Espinhaço. Nesse passeio pode-se observar a junção da Mata Atlântica e do Cerrado.

Cascatona
São 6 km de caminhada até a Cascatona. Essa cachoeira tem 70 m de altura e termina numa piscina natural ideal para banho.


Cascatinha
A Cascatinha fica a , aproximadamente, 2 km da Igreja do Parque e é um dos lugares prediletos dos turistas para banho. São várias quedas formando piscinas naturais de extrema beleza.

Gruta do Centenário

Essa gruta é considerada a maior do mundo de quartzito. São 3.400 m de galeria, que devem ser visitadas com um guia local.
 Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens

A igreja foi concluída em 1779 em estilo barroco. Um ano depois foi substituída pelo estilo neogótico. Abriga o corpo embalsamado de São Pio Mártir, um soldado romano martirizado, belos vitrais e o órgão doado pelo padre L. Boavida, marceneiro e músico.
 Atividades Noturnas

Não deixe de ir para a Igreja à noite. Lá, depois do jantar, os padres e turistas reúnem-se em frente à igreja para uma certo ritual, que já ocorre há anos. Os padres alimentam os lobos-guarás com pedaços de carne. Eles demoram um pouco para chegar, mas todas as noites comparecem. Os mais corajosos podem dar a comida para o lobo.



GEOGRAFIA e HISTÓRIA


Clima

No verão a temperatura chega aos 25ºC, sendo a melhor estação para banhar-se nas cachoeiras e piscinas naturais. O inverno, entretanto, favorece a prática do trekking. As noites no Caraça são bastante frias.
 Vegetação

O Parque possui uma vegetação muito peculiar. É um dos poucos lugares onde se encontra a vegetação de transição entre a Mata Atlântica e o Cerrado. Destacam-se as orquídeas nativas e algumas plantas carnívoras.
 Relevo

A Serra do Caraça é composta por montanhas e morros íngremes e picos que chegam a passar dos 2.000 m de altitude. Além das suas formações rochosas em ângulo agudo possui muitos cursos d'água.
 LOCALIZAÇÃO e ACESSO


Como chegar


Quem tem como ponto de partida a cidade de São Paulo deve seguir pela BR-381 (Rodovia Fernão Dias) até Belo Horizonte. De lá segue-se 120 km pela BR-262 sentido Vitória. Passando a cidade de Barão dos Cocais são mais 25 km de estrada até o Caraça. Quem sai do Rio de Janeiro deve pegar a BR-040 até Belo Horizonte. Desse ponto em diante o caminho é o mesmo de quem vem de São Paulo.



Distâncias das capitais:


- São Paulo (SP): 685 km

- Rio de Janeiro (RJ): 431 km

- Belo Horizonte (MG): 101 km

- Brasília (DF): 815 km

- Salvador (BA): 1531 km

- Porto Alegre (RS): 1851 km

 
Aeroporto mais próximo: Belo Horizonte

 
Informações Úteis

Telefones: o código DDD da região é 31

Prefeitura: 3832-1258

Rodoviária: 3832-1434 (Santa Bárbara)

Informações turísticas: 3837-2698







Novos modelos africanas longilineas


Novos modelos de africanas, batizei de longilineas dadas as dimensões do corpo.
Acrilico, gesso e metalizados.
Essa peça sai a R$25,00 encomendas só fazer pedido por e-mail.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

TRABALHO VOLUNTÁRIO, FAÇA VOCÊ TAMBÉM

Hoje tiro um tempo pra falar da entidade a qual presto serviço voluntário, a "Pastoral da Criança", vinculada à Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, que tem como objetivo a promoção do desenvolvimento integral de crianças entre 0 e seis anos de idade em seu ambiente familiar e em sua comunidade.
Neste blog falo de viagens, lugares aos quais, por sua beleza, me encantam e não quero ficar com isso só para mim... Do mesmo modo pergunto a quem lê... Você já entrou em uma favela/ vilarejo?

Pois bem, essa é a minha proposta, falar da indignação ao pisar numa área carente e ver ambiente degradado, carente de tudo, desde saneamento básico ou qualquer infra-estrutura que se possa imaginar, também há falta de instrução, de esclarecimento e cidadania.

Por outro lado, o encantamento por sua gente, em favela há trabalhadores, gente bonita, gente feliz unida pela necessidade, necessitados que assistem aos demais para que também não passem falta de alimentos, beleza do córrego que passa ao fundo das casinhas e que não fosse sujo daria um belo cantinho a beira de um riacho. Assisto uma comunidade que fica as margens de uma rodovia a caminho de Sabará, a Vila Barraginha.


Esse é o impacto que tive quando entrei (e já faz tempo) e que permanece a cada visita, aprendi com eles a querer bem a quem necessita.


A atuação da pastoral tem caráter ecumênico, atendendo pessoas de todos os credos e etnias.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Minas lidera ranking de derrubadas na mata atlântica

Exatamente hoje, 27 de maio é o Dia Nacional da Mata Atlântica, bioma que abriga uma infinidade de plantas e animais, muitos deles nem catalogados pelo homem ainda, mas infelizmente não há nada para comemorar! No jornal “Estado de Minas” saiu uma matéria dedicada a esse assunto e pasmem: segundo os dados o estado de Minas Gerais, que lidera o ranking, tinha 27,2 mil HA que um dia cobriam o estado (46% do território) e hoje restam apenas 9,64% do bioma; esses dados giram entre 2005 até 2009. Olha só o mapa abaixo: o que tá de amarelo é o que era e o que resta tá em verde... isso em 2005!


Duas coisas quero falar a esse respeito: é fácil, mas muito fácil ver isso é só viajar pelas estradas que a gente percebe a quantidade de áreas desmatadas para plantar eucalipto (diz que é a madeira regulamentada por lei) e assim produzir o carvão vegetal, as siderúrgicas que consomem grande parte desse carvão para uso, elas mesmas degradam ou compram de quem degrada e depois vão ali na esquina e restauram uma praça; Não é difícil em estradas rumo ao vale do Jequitinhonha, ver cargas e cargas de carvão... que carvão legal é esse? Derrubou a mata original e agora planta eucalipto? Desmatou o leito dos rios e agora? O que restou dele?


Depois vêm os fazendeiros que abrem áreas de pastagem para plantar soja que é o que dá dinheiro.


Vamos pensar ecologicamente: se você viajar para algum lugar e ver alguma situação irregular denuncie as autoridades tire fotos, filme, procure os jornais as TVs e mesmo que no final não dê certo, é possível não dar certo porque muitas empresas poderosas estão envolvidas e pagam para a mídia ficar calada, faça ao menos sua parte como estou fazendo agora.


Estou aqui “matutando”: será o que vai restar quando sair o Atlas de 2011? Pra Copa teremos 9,6% de mata atlântica, para 2014, nas Olimpíadas será que restarão 2,2%? O governo bem que poderia transformar as áreas que restam em áreas de preservação ecológica e reforçar o policiamento florestal, juntamente com as leis, por que ô lei brasileira que sempre é burlada, driblada, passada pra trás !!!


Para quem quiser mais informações: http://www.sosmatatlantica.org.br/
Por Robson Salvado

domingo, 16 de maio de 2010

Você já visitou o Aquário da Bacia do São Francisco?

Pois é!  Belo Horizontino que me prezo reservei esse final de semana para conhecer o local; o Aquário da Bacia do Rio São Francisco que se localiza no Jardim Zoológico de Belo Horizonte (MG).


Foi inaugurado recentemente e já possui o titulo de maior aquario da américa latina.


Sobre o lugar está bem montado e é bonito, porém, não chegou a emocionar... O aquário tem aproximadamente 3 mil metros quadrados e é o primeiro a retratar exclusivamente a vida na Bacia do São Francisco.


O aquàrio realmente é lindo,porém espero que isso não seja o real futuro do rio...ser visto apenas em um aquàrio!




Deprimente seria que o rio fosse esquecido após o aquàrio... VAMOS TODOS LUTAR PARA A PRESERVAÇÃO DA VIDA.


Infraestrutura: Já aviso aos desavisados que o Zoologico de BH fica muito cheio aos finais de semana e nas terças feiras, dia em que a entrada é de graça, o ideal é visitá-lo de quarta e sexta feira.


Esse final de semana creio que o Zoo chegou a bater recorde de público era fila pra tudo e muito tumulto em todos lugares, enfrentei fila para almoçar, fila pra pagar o almoço e até mesmo pra visitar o aquário. Os preços apesar de populares, são salgados, paguei R$ 7,00 para entrar de carro e R$ 5,00 por pessoa no carro. Almocei a R$29,90 o quilo, comida comum. e paguei R$5,00 para ver o tal aquário.


Apesar de ser lindo, pois adoro peixes, achei pouco interessante e recomendo outro aquário em BH que pouca gente sabe da existência; o "Mundo das Águas" que fica no bairro Sion, vale o quanto paga pelo atendimento e minha visita foi com guias entendidos do assunto e pela variedade de espécimes tanto de água doce quanto salgada.


Fica ai a dica pra quem não pretende sair de BH.

sábado, 8 de maio de 2010

Diversão e natureza em Casa Branca

Casa Branca é um povoado situado em um vale na região serrana(sul) da grande BH, no entorno do PARQUE EST. DA SERRA DO ROLA-MOÇA, municipio de Brumadinho.

Lugar ideal para amantes da natureza, do descanso e da culinaria Mineira.

O Clima de Casa Branca no Verao fica em torno de 28graus e quando no Inverno na faixa de 12graus.A altitude é de 930m acima do nivel do mar.Com isso proporcionando um clima sempre agradavel.
Diversão, contato com a natureza e muita adrenalina.
Fui em um lugar que é o espaço Verde Folhas, lá encontrei motivos de sobra para aproveitar o meu tempo livre: Arvorismo, Trekking, Escalada, Tirolesa, Trapeloco. Restaurante de acesso fácil, bar com sucos diversos, açaí, salada de frutas, cachoeira.


As pousadas da região não ficam a desejar e os restaurantes da região chegam a ter atendimento acima da média, está no roteiro do Comida de Buteco, famoso evento gastronômico da região metropolitana de belo Horizonte.

COMO CHEGAR LÁ: (pra você que cobrou, ok Xico?)

Partindo de Belo Horizonte, pegar a BR 040 sentido Rio de Janeiro até o Posto Chefão, após a entrada para São Sebastião das Águas Claras (Macacos). A partir do Posto, deve-se pegar a direita e seguir até a entrada para o Parque Estadual Serra do Rola Moça. Deste ponto em diante, seguir pela estrada asfaltada até Casa Branca.



Você vai levar de BH a Casa Branca, uns 30 minutos só. ok?
Boa viagem!!!

quinta-feira, 25 de março de 2010

FERIADO DA PAIXÃO E DO CHOCOLATE


Com a proximidade do feriado da semana santa, é hora de planejar o que se fazer: se a inspiração for religiosa, sobram opções com força da tradição na celebração da paixão de cristo. Que atravessam os séculos praticamente intocados.

Se não, siga os passos do coelho da páscoa e se esbalde no chocolate.

A força das celebrações religiosas no interior de minas gerais gera imagens de impacto com encenações, cantatas e demonstrações de fé que ficam pra sempre na memória de quem participa. A data movimenta as redes hoteleiras de cidades históricas como Diamantina, Ouro Preto, Congonhas e São João Del Rey.

NAS MONTANHAS DE OURO PRETO


Tapetes coloridos enchem de beleza cidades históricas como Ouro Preto durante a comemoração da Páscoa. Missas, procissões, apresentações de corais e emocionadas encenações da paixão de cristo marcam presença nas igrejas e ruínas de Minas.

Começa na sexta feira santa, dia 2, às 6h com celebração da paixão e morte do senhor. Via sacra saindo de capela de são Cristóvão no morro da forca. As 20hs o descimento da cruz no largo da igreja nossa senhora do rosário e procissão do enterro, com encerramento no santuário de nossa senhora da conceição.

Dia 3, 21hs destaque para a vigília pascal na igreja matriz nossa senhora do pilar. (participação do coral de Santana)

No domingo de ressurreição, a cidade amanhece com parte das ruas decoradas com tapetes ornamentais para procissão do santíssimo, às 7h tem missa na igreja matriz nossa senhora do pilar com a participação do coral nossa senhora da assunção.

Como ir:


De carro: ouro preto a 99 km de Belo Horizonte. Seguir pela BR 040 no sentido rio de janeiro, depois de 20 km entrar no trevo sentido ouro preto, na rodovia dos inconfidentes, e seguir ater a cidade.

De ônibus: R$ 21,99 viação pássaro verde.

(31) 3073-7575

Onde ficar:

Hotel Solar do Rosário: três noites a partir de R$1152,00 + 10% de taxa, café da manhã e estacionamento. (31) 3551-5200

Pousada do arcanjo: três noites, a partir de R$930,00 + 10% de taxa, com café da manhã e chá da tarde. (31) 3551-4121

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Serra do Cipó pede socorro

Este carnaval me aventurei a conhecer um lugarejo em Santana do Riacho, a Serra do Cipó, apesar de ser perto de BH eu ainda não conhecia.

O lugar, lindo e repleto de cachoeiras e belas paisagens está judiado, todas as cachoeiras são particulares e cobram entrada (em média R$15,00) não faz jus ao tratamento que dão a ela, sem guia, muito menos orientação ambiental ao turista, nem vi lixeiras nas cachoeiras que visitei. O visitante polui mesmo, degrada e suja. Além de tudo falta sinalização e indicação dos lugares pra onde o turista vai, quem quiser se orientar que compre um mapa (foi assim que eu fiz).

A Serra do Cipó da mesma forma que cidades voltadas para o turismo, têm uma boa infra-estrutura, mas há deficiências no atendimento nos bares e restaurantes, falta informações ao turista, tudo muito caro pelo que é oferecido, poucas opções.

Os pontos positivos são o asfalto da MG-010 que está bem conservado, as estradas mesmo de terra estão boas. E as pousadas tipo hotel fazenda, é nota dez, com vista pra serra, nesse aspecto é tudo muito bom. Sem contar que tem uma natureza linda de bandeja te esperando pra ser explorada, ai nesse aspecto é maravilhoso. Vamos respeitar e levar nosso lixo e não deixar nas encostas. Respeitar os outros no trânsito e na vida, isso vale pras plantas e animais, pois da natureza nada tire a não ser retrato pra guardar no álbum.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Sugestão de carnaval em Diamantina


Bom... Já fui umas três vezes para o carnaval em Diamantina, o que achei interessante por lá é que você tem programação de acordo com o que você quer, adorei a região... Lindas cachoeiras, população super acolhedora, ótimas trilhas...

As cidades mais próximas: São Gonçalo do Rio das pedras//Milho verde. Se tiver procurando um lugar mais tranqüilo pra descansar, recomendo São Gonçalo, agora se quer um lugar mais agitado em Milho Verde, rsrsrs, brincadeira o agito tá em Diamantina, onde o carnaval é bem movimentado...Se você for de carro pode aproveitar as cachoeiras durante o dia e ir pra Diamantina, pois fica a menos de meia hora...

Tem também as repúblicas, republica do beijo, república Xica da Silva e outras....ficam no centro bem perto da bagunça e detalhe, verifique se não vai faltar água.

No mais boa diversão!!!!!!!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Santo Antônio do Itambé


Essa é pra quem conheçe ou deseja conhecer o maravilhoso Pico do itambé. É o ponto mais alto da Serra do Espinhaço e do interior mineiro.

Para a subida, são de quatro a cinco horas de caminhada por trilhas tranquilas, porém emocionantes, com possibilidade de retorno no mesmo dia, para os mais acostumados às caminhadas. Exite um abrigo no cume. A subida pode ser feita pelo povoado de Capivari ou por Santo Antônio do Itambé. Nos arredores existem várias cachoeiras e uma linda vegetação rupestre.

É possivel encontrar "guias" na região, no meu caso era da propria cidade e se chama Welington.

Opções de subida: Via Capivari - A partir do Serro, toma-se a estrada em direção à vila de Milho Verde, entrando-se à direita para o povoado de Capivari, uns 2 Km antes desta vila. Daí, são mais 14 Km de estrada para automóveis, passando por Capivari, e depois mais 8 Km de caminhada até o alto do Pico. Via Santo Antônio do Itambé - São 29 Km do Serro a Santo Antônio do Itambé, pela MG-010.

A natureza é encantadora, a cidade é pequenina, com um carnaval timido sem muito alvoroço, ideal pra quem procura descanso e verde.